top of page
  • Foto do escritorWill Junior

Conheça a história de Gleisson Oliveira


Gleisson Oliveira - Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer

Gleisson é bacharel em Direito, foi reeleito para o 3º mandato de vereador na cidade de Belém, é suplente de Deputado Estadual e atualmente ocupa o cargo de Secretário Adjunto na Secretária de Esporte e Lazer, a SEEL.



Início


Gleisson iniciou sua trajetória na política através de projetos sociais, sobretudo na área do esporte, mais especificamente no bairro do Guamá com o judô, jiu-jitsu, box e capoeira. “Iniciei acreditando que os projetos sociais, principalmente através do esporte, disciplinam e educam, levando esperança para a criança e para o adolescente. A criança quer se espelhar em alguém e muita das vezes é o professor da escola, é O Mestre, é o professor do jiu-jitsu, da capoeira, do judô, que passa a ser a esperança dela, que passa a educar e disciplinar. Acredito profundamente que o esporte transforma e salva vidas.” Disse ele.



Políticas públicas e incentivo ao esporte


Atualmente, Gleisson está ocupando o cargo de secretário adjunto da SEEL, há cerca de 2 meses. Apesar do pouco tempo, vem se empenhando em apoiar e incentivar a prática do esporte como ferramenta de desenvolvimento.


“Desde o primeiro dia aqui na Secretaria nós temos nos empenhado muito para fomentar o esporte, como o Bolsa Atleta, por exemplo. Hoje beneficiamos diversos atletas. Foram destinados mais de 1 milhão de reais em bolsa atleta que foram entregues junto ao governo do estado. Além do bolsa atleta, temos também a possibilidade de ajudar os atletas com os custos de passagem e despesa de hotel através de um recurso que é depositado na conta dele e posteriormente ele presta conta com a Secretaria. Esse valor é de até 10mil reais. Fora isso temos um recurso de 2 milhões de reais que é só de passagens aéreas para o atleta competir em campeonatos nacionais e até fora do Brasil. É a realização de um sonho de um atleta que muitas das vezes não tem apoio nenhum, e às vezes não tem nem o apoio da família e busca realmente realizar um sonho de poder competir nacionalmente, fora do Brasil e até em uma olimpíada.”, comentou.



Alcance dos municípios distantes


Gleisson relata que desde que iniciou na secretaria, tem defendido propostas de descentralização da SEEL. O objetivo destas propostas é aproximar e alcançar as localidades mais distantes, com o intuito de prestar apoio e incentivo de maneira mais eficaz.


“O governador faz questão em suas propostas de estar e se fazer presente nas localidades de difícil acesso. Ele criou as regionais, hoje temos a regional de Marabá, a regional de Santarém, que acabam se tornando polos e nós buscamos junto com a casa civil uma proposta de, em conjunto com a regional, ter a SEEL instalada junto da regional, visando aproximar os atletas da Secretaria central. Vai ter uma pessoa responsável pelos atletas lá em Marabá e região, vai ter uma regional da própria SEEL dentro da regional do estado em Santarém, vai ter uma regional no Marajó e outras regiões que carecem muito da presença do governo, assim como de todas as secretarias. Desde quando iniciamos aqui na Secretaria, levamos propostas para o governo do estado neste sentido, de estar mais próximo da população como um todo.”, explicou Gleisson.



Planos futuros e expectativa


Apesar do pouco tempo, ele comenta que há muitos planos, sonhos e expectativas ao lado do secretário Cassio Andrade com relação a SEEL. Principalmente com relação ao esporte amador e ao esporte paraolímpico.


“Nós temos muitas expectativas aqui, não só com esporte amador. Mas a maior expectativa que temos, confesso, é o prédio próprio da SEEL e um projeto dentro disso que é algo que não tem no Pará, que é um espaço paraolímpico. Queremos criar a SEEL dentro deste futuro parque esportivo paraolímpico. É um sonho poder entregar para o povo do Pará.” Relatou.



A paixão pelo esporte


O secretário adjunto falou também sobre sua paixão pelo esporte e que dar oportunidade aos jovens é o motor propulsor de todo seu trabalho e devoção.


“Sendo bem sincero, o que nos move é poder ver que chegou a oportunidade para uma criança. Hoje na periferia muitos jovens estão perdendo a vida, hoje você vê que a maioria da população carcerária é jovem e não tiveram oportunidades. A oportunidade vem através do esporte. É uma paixão de poder fazer mais, de poder ajudar os jovens a chegarem aonde realmente nunca puderam, porque não tiveram oportunidades. De poder olhar para um atleta que nunca viajou e dar a oportunidade de conseguir competir fora do estado, um atleta da Pratinha, um atleta do Tapanã, um atleta da periferia que sonhava em ter uma oportunidade. O esporte forma cidadãos de bem para a sociedade. A sociedade tem dois caminhos para isso, que é a educação e o esporte.” Relatou Gleisson.



A secretaria


A Secretaria de Esporte e Lazer é um órgão estadual responsável por promover e desenvolver políticas públicas que visam incentivar a prática de atividades físicas e esportivas, bem como a valorização do lazer como meio de promoção da saúde e qualidade de vida da população. Ela foi instituída pela lei 6.215, de 28 de abril de 1999, tendo a redação alterada pela lei 6.879, de 29 de junho de 2006.


Vale destacar que, a SEEL tem como principais objetivos o fomento da prática esportiva por parte dos munícipes, formulação de ações ou projetos que favoreçam a inclusão e integração social, permitir a cooperação entre esfera pública e privada para a potencialização de suas atividades e apoiar os atletas e praticantes do esporte em sua formação e prática. Ela possui alguns programas e atividades de incentivo e disseminação do esporte no estado do Pará, sendo eles: Bolsa Talento, Vida Ativa, Talentos Esportivos, Canoagem Pará, Jogos Abertos Pará e Paradesporto.






Commentaires


bottom of page